sexta-feira, 12 de agosto de 2011

#Botafogo107anos de paixão!

"Já então era tarde demais para eu resolver, mesmo com esforço, 
não ser de nenhum partido: eu tinha me dado toda ao Botafogo, 
inclusive dado a ele minha ignorância apaixonada por futebol."
- Clarice Lispector -

Na madrugada de ontem para hoje (12 de agosto), sem ao menos me dar conta da importância da data pelo cansaço do dia, vi vários vídeos na internet relacionados ao Botafogo. Por alguns minutos, pude reviver alegrias, tristezas e relembrar momentos da minha própria vida que estão diretamente relacionados ao Botafogo.

Tive orgulho ao ver jogadas daquele Botafogo que trouxe para o Brasil seus primeiros títulos mundiais. Por mais que os últimos anos tenham dado chance aos não-botafoguenses de dizer que são melhores que nós, uma simples análise nos leva a crer que o Botafogo não constrói resultados duvidosos: o Botafogo faz história! Garrincha, Nilton Santos, Didi, Jairzinho e tantos outros dispensam qualquer comentário e mesmo aqueles que não tiveram a oportunidade de vê-los em campo, como muitos de nós, os têm presente e os exaltam.

E como não se emocionar com o depoimento no qual Wilson Gottardo disse “O Botafogo está no DNA da minha família”? Ao revisitar as antigas memórias da angústia dos 21 anos até o gol de “Maurício pra galera”, trazemos à tona personagens que de fato levavam e ainda levam o nosso Glorioso muito a sério e sabem que nossa tradição não nos permite ser apenas mais um no futebol.

Chorei ao ver os gols da final de 1995 e ao lembrar o time campeão brasileiro. Naquele momento eu era apenas mais uma criança encantada pela alegria do futebol botafoguense, que se divertia com os nomes que Túlio Maravilha colocava em seus gols, vibrava com cada vitória e recortava tudo o que saía nos jornais sobre o Botafogo (recortes que existem até hoje!).

Como nem só de glórias são feitas as grandes histórias, infelizmente, vi o meu Botafogo ser rebaixado. Que ano difícil! Aguentar as zoações, as piadinhas de torcidas cujos clubes que não têm nem a metade da relevância que o Botafogo tem para o futebol mundial, doeu e ainda dói... Apesar dessa mancha em nossa história, tive o privilégio de ir a TODOS os jogos da série B no aconchegante Caio Martins e empurrar aquele time de volta para um lugar de onde jamais deveria ter saído.

Quando pensei que não mais passaria por isso, vieram mais anos sofridos: vice-campeonatos e luta contra o rebaixamento foram presenças constantes em nossa história recente, mas felizmente, una cierta pareja delantera, o melhor goleiro do Brasil e companhia, hoje, nos fazem acreditar na ascensão do Botafogo e na briga por títulos.

E no dia de hoje o aniversário não é apenas do Botafogo – o aniversário é de todos nós, que amamos esse clube, sua história e não somos apenas mais um numa grande massa de manobra. Somos botafoguenses por essência, por convicção e na alegria ou na tristeza, somos apaixonados por ti, Fogão!

P.S.: Neste momento #Botafogo107anos é o tópico mais comentado do twitter. Declare também a sua paixão!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário